Eu e meus colegas estávamos na disciplina de Iniciação ao Exame Clínico. Segundo ano da faculdade. Tínhamos que fazer um incontável número de perguntas aos pacientes, detalhando absolutamente tudo da história clínica e da vida do doente. Era demorado e realmente admirável que os pacientes respondiam tudo numa boa. Aceitavam a entrevista de um bando de jovens que mal tinham saído da adolescência e estavam aprendendo a ser médicos. Para nós era um mundo completamente novo e diferente. Ver pacientes, usar jaleco e até ser chamado de “doutor” por alguns deles. 

Este paciente me marcou por ser realmente o primeiro. Também por estar naquele estado, como já expliquei. Ficamos ali com ele perguntando coisas do tipo: “Tem água encanada em casa.” “Tem algum animal de estimação?” “Qual sua religião?” Etc. E o paciente ficava insistindo em explicar a encefalopatia hepática. Porque isto estava acontecendo com ele(não naquele exato momento). Inclusive ele estava lendo a respeito e tinha alguns textos xerocados ao lado do leito. “Vocês sabem o que é encefalopatia hepática? Já aprenderam sobre isso? Olha aqui eu empresto estes textos pra vocês!” Amônia para lá, neurônio pra cá e era evidente que àquela altura não sabíamos nada daquilo. Olhávamos uns para os outros e para o professor que estava conosco e tentávamos continuar nossa entrevista. 

Sobre

ENSINAR E

APRENDER

Autor: Dr. Carlos Eduardo Martins

O primeiro paciente que eu tive contato, ainda como estudante de medicina, foi um homem na faixa de uns 50 anos e que tinha doença hepática grave. Não lembro exatamente por qual motivo seu fígado havia entrado em falência, mas lembro de ficar impressionado com seu estado. Emagrecido, amarelado como uma folha de papel velho(icterícia) e com os olhos encovados.

Enfim terminamos e agradecemos a disposição do paciente. Alguns dias passaram e voltamos à mesma enfermaria para mais uma “ronda” do nosso quiz interminável para aprender exame clínico. Acabamos por descobrir que aquele mesmo doente tinha falecido uns 2 ou 3 dias depois de termos falado com ele.

Eu fiquei realmente impressionado! Ele havia morrido! Nosso contato com ele, por fugaz que tenha sido, foi bem marcante porque ele se comportou como um professor. Ele queria que saíssemos dali do quarto entendendo melhor encefalopatia hepática. Que ficássemos curiosos a respeito daquela entidade que tanto lhe afligia.  Apesar de toda sua debilidade física, ele soltava faíscas pelos olhos e tentava nos transmitir o que ele mesmo havia aprendido com os textos e também, porque não dizer, na prática. A morte nos deu um pequeno e marcante aceno logo ali naquele primeiro contato.

Depois de tanto tempo lembrei deste paciente hoje. De uma coisa que eu aprendi nesses anos sendo médico. Lembro com carinho de vários e ótimos professores que tive. Suas lições foram fundamentais. Mas temos grandes professores que são nossos pacientes. (Se você acha isso piegas da minha parte, só posso lamentar.) Lembro de vários deles também que me ensinaram alguma coisa. Não necessariamente algo técnico-cientifico, mas algo além, algo para vida. Suas reações e atitudes diante de grandes dificuldades de saúde. Diante da nossa inevitável finitude. Medo e coragem, força e fraqueza numa miríade de sentimentos refletindo nossa mais pura fragilidade humana. Vidas interrompidas ou problemas bravamente enfrentados e superados. Com certeza grandes, incontáveis e belas lições.

Este primeiro paciente que mostrei aqui deve ter sido o meu primeiro grande professor, que veio e passou bem rápido, mas que já me fez subir um primeiro degrau em busca do sonho de me tornar médico. Que Deus o tenha!

As lições estão por toda parte e somos sempre aprendizes, basta estarmos abertos para isto e então nunca paramos de aprender e crescer. É assim que deve ser.
Como disse um professor meu da disciplina de cirurgia: Todo paciente é uma prova, temos que estar sempre preparados. Mas isto eu conto outra hora.

Logo Portal Anestesia

Ligue para nós

(11) 4902-3252

(11) 99843-8977

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • Spotify - Círculo Branco

© 2019 MedMkt Treinamento