BLOG

TRIUNFO

“Por que você quer ser anestesista?” Esta foi a pergunta que me fizeram na entrevista para ser admitido na residência médica. Eu lembro que tinha uma resposta pronta: “Ah, porque eu gosto de fisiologia e farmacologia.” Mas ao invés de encerrar por aí eu disse: “Porque eu tenho o perfil do anestesiologista!” Todos ficaram surpresos e riram. “Como assim? Como seria o perfil do anestesiologista?” Eu não soube explicar naquele momento porque nem eu tinha a resposta. Era algo que eu sentia mas não havia uma tradução objetiva. Até então minhas noções da especialidade ainda eram muito superficiais para formular algo melhor.

 

Olhando hoje, depois de alguns anos, a resposta parece ficar mais clara. Para mim, anestesiologia vai muito além de ser uma especialidade médica. Anestesiologia é um TRIUNFO! (já escrevi sobre isso, lembram dos enganadores?). Um triunfo do gênio humano. Ela nasceu e se desenvolveu da nossa inquietação e inconformidade. Da eterna busca pela felicidade e pelo melhor. Um grande salto por sobre o muro da dor e do sofrimento, intransponível até então.

Existia um mundo antes do surgimento da Anestesia, cheio de trevas e horrores. Um mundo novo

se descortinou naquele célebre dia 16 de Outubro de 1846 e nas décadas seguintes. O homem havia domado uma das grandes mazelas que nos assolavam há séculos, o homem era Senhor sobre a Dor. “Senhores, isto não é uma farsa!” Disse o célebre Dr Warren ao ver a imobilidade do paciente diante da lâmina do seu bisturi. Os anos seguintes foram recheados de outros grandes progressos na anestesiologia. O surgimento das primeiras sociedades da especialidade. Os anestésicos locais. Os relaxantes musculares. Os agentes inalatórios mais seguros. A anestesia venosa. A monitorização assombrosamente precisa e afiada como aquela mesma lâmina do emérito professor de cirurgia. A visão do paciente como um todo, indivisível e único.

Nem o mais otimista dos assistentes que estavam naquela sala em 1846 teria previsto história tão gloriosa.

Claro que como tudo na história humana, existem altos e baixos. Anestesiologia não é um mar de rosas ou um mundo idílico habitado por criaturas fantásticas. Pelo contrário, ela é extenuante. Ela consome seu cérebro em horas infindáveis. Ela nos chama para o combate no limiar entre a vida e a morte. Ela goteja pacientemente enquanto tudo é importante e quando pequenos detalhes podem salvar uma vida. Nós a vemos nas moléculas, nos agonistas e antagonistas, na eterna disputa entre simpático e parassimpático pela homeostase, no fluxo dos gases. Na beleza extrema do coração que bate e nos pulmões que ventilam.

Por estes motivos, por me surpreender tanto com esta especialidade, acho que eu tenho mesmo o perfil do anestesiologista e amo tanto o que eu faço.

Como todas as grandes invenções, a anestesiologia deve ser celebrada. Ela é o BEM! Um grande divisor de águas, como só as coisas poderosas podem ser.

 

Leia também: CBA desembarca na cidade de Belém, em 2018.

 

 

Please reload

Newsletter

Cadastre seu e-mail para receber informações

e novidades

Posts Recentes

17 Aug 2018

Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
Logo Portal Anestesia

Ligue para nós

(11) 4902-3252

(11) 99843-8977

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • Spotify - Círculo Branco

© 2019 MedMkt Treinamento